Falso veterinário é preso em Ascurra
08 de Novembro de 2019


...

A Polícia Civil da Comarca de Ascurra, após diversas denúncias anônimas, além de comunicação formal do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Santa Catarina, monitorou o estabelecimento "Julyagro" apontado nas denúncias e confirmou que de fato havia atendimento de animais naquele local realizado por M.P, com a aprovação do proprietário do referido estabelecimento.

Antes da abordagem, um casal entrou no "consultório" com 01 (um) filhote de cachorro da raça Bulldog Francês. Os policiais nesse momento entraram e flagraram o falso médico veterinário M.P atendendo o animal.

Ao ser questionado se tinha habilitação para atuar como médico veterinário M.P informou que não a possuía. Diligências no consultório identificaram que M.P medicava os animais valendo-se do carimbo do médico veterinário A.G. Segundo o conduzido M.P, o dono da "Julyagro" e A.G consentiam com a atividade irregular exercida.

No local foi possível verificar ainda uma grande quantidade de medicamentos, a maioria vencidos, seringas, luvas cirúrgicas, carteiras de vacinação, focinheiras, todos possivelmente utilizados nos atendimentos realizados na "Julyagro" pelo falso médico veterinário.

O falso médico veterinário e o dono do estabelecimento comercial foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos pertinentes, os quais podem vir a responder por exercício ilegal da profissão, maus-tratos e falsidade ideológica. A responsabilidade penal do médico veterinário A.G também será devidamente apurada.

A vigilância sanitária foi acionada e ficará responsável pela elaboração de relatório técnico sobre o constatado na diligência policial.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária de Santa Catarina receberá cópia dos autos do caderno investigatório para apurar a eventual infração administrativa do médico veterinário A.G.

A Polícia Civil de Ascurra solicita a colaboração da comunidade com o objetivo de localizar mais vítimas do falso médico veterinário que atuava na "Julyagro".

COLABORE COM A POLÍCIA CIVIL DE ASCURRA - DENÚNCIAS ATRAVÉS DO 047-3383-0145 - SIGILO ABSOLUTO.