Coronavírus: Catarinenses com sintomas da doença foge do isolamento em hospital do RS
19 de Março de 2020


...

Dois moradores de Jaraguá do Sul com suspeita de coronavírus fugiram de um hospital em São Borja, no Rio Grande do Sul na noite de terça-feira (17). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Rio Grande do Sul, eles estavam em observação porque apresentaram sintomas da doença, como febre e problemas respiratórios.

De acordo com matéria publicada pela Gaúcha ZH, a Prefeitura de São Borja informou o homem de 41 anos é caminhoneiro e havia viajado com a companheira, uma mulher de 39 anos, para o Chile, na fronteira com a Argentina. Ao retornarem, eles estacionaram o caminhão no lado argentino e esperava a liberação dos documentos para atravessar a fronteira quando começaram a sentir febre e problemas respiratórios.

Eles foram examinados pela equipe de médicos e enfermeiros do local e encaminhados por ambulância até o Hospital Ivan Goulart, em São Borja. Foram medicados, fizeram exames e foram colocados em isolamento. No entanto, por volta das 19 horas, os médicos perceberam que o casal havia fugido antes de passar por novo atendimento e receber o resultado dos testes.

Agentes da PRF iniciaram as buscas ao caminhão, passando inclusive pela Argentina. O casal teria saído por uma porta lateral do hospital e ido de táxi até um posto de combustível. De lá, tentavam pegar carona para chegarem até o caminhão, na fronteira com a Argentina. No final da noite, encontraram o caminhão e o casal em um posto de combustível na BR-285.

Ambos admitiram a fuga. Eles foram imediatamente reconduzidos ao hospital pelo SAMU com apoio dos policiais. O casal responderá pelo crime de infringir determinação do poder público para impedir propagação de doença contagiosa.

No momento, eles estão sob custódia de uma equipe da Guarda Municipal. O objetivo é que os dois sejam transferidos em uma ambulância para Jaraguá do Sul. A Prefeitura de Jaraguá do Sul informou que ainda não recebeu nenhuma notificação.

Fonte - nsc