NOTÍCIAS


Audiência pública irá discutir situação das barragens do Alto Vale do Itajaí

Rio do Sul, Alto Vale do Itajaí – Nesta semana, uma audiência pública será realizada em Rio do Sul para discutir a situação das barragens localizadas no Alto Vale do Itajaí. O encontro, promovido pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), tem como objetivo debater medidas de segurança e possíveis investimentos para garantir a proteção da região.

A audiência pública acontecerá no Centro de Inovação Norberto Frahm, a partir das 18h30, no dia 22 de junho. A iniciativa foi aprovada pela Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, sendo uma proposta do deputado estadual Gerri Consoli (PSD).

O principal motivo para a realização dessa audiência é a preocupação com a previsão do fenômeno climático do El Niño, que pode causar um grande impacto nas condições meteorológicas de 2023 e 2024. Diante desse cenário, surgiram dúvidas sobre a segurança das barragens existentes no Alto Vale do Itajaí, levando os parlamentares a discutir a questão em busca de soluções adequadas.

Dentre os temas que serão debatidos durante a audiência, destacam-se a manutenção das barragens, o desassoreamento e a limpeza de rios, bem como a possibilidade de construção de novas estruturas de menor porte em Petrolândia, Taió e Braço do Trombudo. A intenção é discutir medidas preventivas e alternativas que possam garantir o adequado armazenamento de água durante períodos de fortes chuvas.

Além disso, será abordada a construção de micro barragens ao longo do rio Itajaí-Açu e seus afluentes, visando conter as cheias de maneira mais eficaz. Essa proposta já vem sendo discutida na região há muitos anos, inclusive com a participação da Agência de Cooperação Japonesa Jica (Japan International Cooperation Agency). Em 2015, um plano de prevenção às cheias sugeriu a construção de sete novas barragens em todo o Alto Vale, como parte de um conjunto de ações para mitigar os impactos de catástrofes naturais.

O recente alerta emitido pela Defesa Civil de Santa Catarina sobre o aquecimento das águas do oceano Pacífico Equatorial, indicando a chegada do fenômeno El Niño, reforça a necessidade de ações imediatas. Espera-se que, nos meses de julho e agosto deste ano, Santa Catarina registre chuvas acima da média, especialmente nas áreas litorâneas, no Vale do Itajaí e no Norte do Estado.




16/06/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
TARDE ALEGRE