NOTÍCIAS


Biden promete vigilância e pede união em memória a 11 de Setembro

No ultimo domingo, 11 de setembro, os Estados Unidos relembram os 21 anos do ataque terrorista ao World Trade Center. Para marcar a data, o presidente dos EUA Joe Biden, fez um discurso enfático e direcionado àqueles que perderam parentes na tragédia.

“Depois de 21 anos nós mantivemos nossa promessa de nunca esquecer. Vamos manter na memória e a lembrança de todas as vidas que foram roubadas naquele dia. É bom se lembrar. As memórias nos ajudam a curar, mas também podem abrir as feridas e nos levar de volta para aquele momento, quando o luto estava em carne viva, que você pensa em tudo o que poderiam (vítimas) ter feito, as experiências que perderam juntos, os sonhos que deixaram de viver”, disse.

O chefe do executivo americano proferiu suas homenagens em Washigton neste domingo (11) e se posicionou de frente para o Pentágono, um dos alvos dos ataques que matou mais de 3 mil pessoas.

Biden declarou que os esforços contra atos terroristas irão continuar.

“Levou 10 anos para caçarmos e matarmos Osama bin Laden, mas nós o fizemos. Nesse verão, eu autorizei um ataque à Ayman Al-Zawahiri, um deputado de bin Laden e um líder da al-Qaeda porque nós nunca vamos descansar, nunca vamos nos esquecer, nunca vamos desistir. Nós vamos continuar a monitorar e interromper quaisquer atividades terroristas que encontrarmos e nunca vamos hesitar em fazer o necessário para defender o povo americano. O que foi destruído foi consertado. O que foi ameaçado foi reforçado. O que foi atacado o espírito indomável nunca vacilou”.




12/09/2022 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
BATIDÃO DA CULTURA