NOTÍCIAS


Campanha de Bolsonaro apresenta provas sobre irregularidades em rádios

A campanha do presidente da República e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), entregou na noite desta terça-feira, 25, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) provas de que houve irregularidades na veiculação de inserções de propagandas eleitorais em rádios. De acordo com a equipe, empresas de auditorias contratadas pela campanha apontaram as irregularidades, especialmente em inserções que deveriam ser feitas em rádios nas regiões Norte e Nordeste.

A denúncia foi feita nesta segunda-feira, 24, à Corte. No mesmo dia, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, despachou a denúncia, dando prazo de 24 horas para que a equipe de Bolsonaro apresentasse provas sobre a denúncia. Os advogados da campanha de Bolsonaro pediram ao TSE a imediata suspensão da propaganda de rádio da Coligação Brasil da Esperança, do candidato adversário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em todo o território nacional.

O aditamento da ação tem 35 páginas e traz, de acordo com os advogados da campanha, “fatos e indícios amostrais referentes à substancial desproporção de inserções em rádio entre as candidaturas presidenciais, no segundo turno, nas Regiões Norte e Nordeste, entre os dias 7 e 14 de outubro”.

De acordo com a campanha de Bolsonaro, a auditoria foi feita pela empresa Audiency Brasil Tecnologia, registrada sobre o CNPJ 37.979.367/0001-09”. “Trata-se de empresa devidamente contratada pela campanha, com observância rigorosa de todos os requisitos legais envolvidos e plenamente habilitada para a análise técnica levada a efeito, que possui, no seu objeto social, que acompanha a presente petição”, diz a ação.

“Para que se aquilate a gravidade da irregularidade noticiada, a título exemplificativo, pôde-se comprovar, em pequena amostragem de oito rádios (nominalmente referidas), em apenas uma semana, significativa discrepância de 730 inserções, em desfavor da campanha do candidato peticionário”, afirma a defesa de Bolsonaro na ação.

A campanha do candidato à reeleição apresenta dados que mostram que, em um único dia, em uma rádio no Recife, foram feitas 55 inserções do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, em detrimento às de Bolsonaro

“Como visto, a empresa detalha, com objetividade, a metodologia utilizada para a realização do estudo técnico apresentado, que, com a mais respeitosa vênia, se apresenta sério, robusto e capaz de lastrear, com segurança e cientificidade, uma decisão da Corte acerca do pedido apresentado”, afirma a campanha de Bolsonaro.

 

Via – Revista Oeste




27/10/2022 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
ALEGRIA DA CIDADE