NOTÍCIAS


Candidato presidencial do Equador Fernando Villavicencio é assassinado após comício

Fernando Villavicencio, candidato a presidente do Equador, foi fatalmente alvejado com três tiros na cabeça logo após sair de um comício em uma escola na cidade de Quito. Autoridades locais confirmaram o incidente que ocorreu nesta quarta-feira (9).

De acordo com relatos iniciais, três indivíduos armados dispararam metralhadoras que resultou em nove pessoas feridas, incluindo uma candidata à Câmara de Deputados e dois agentes policiais. As circunstâncias do ataque chocante ainda estão sendo investigadas, mas já provocaram indignação e consternação em todo o país.

O Ministério Público do Equador divulgou informações sobre a intervenção policial que levou à morte de um dos suspeitos do crime, após um intenso tiroteio. A nação agora aguarda respostas enquanto as autoridades trabalham incansavelmente para esclarecer os detalhes por trás desse ato de violência sem sentido.

O último registro em vídeo de Fernando Villavicencio, momentos antes do ataque mortal, revela-o deixando o local do comício, cercado por policiais que o auxiliam a ingressar em um veículo. Os sons perturbadores de disparos e gritos preenchem o ar enquanto a porta se fecha, encapsulando a trágica reviravolta se abateu sobre o líder político.

Fernando Villavicencio, renomado jornalista investigativo de 59 anos, se dizia defensor das causas sociais indígenas e dos direitos dos trabalhadores. O político também foi membro Assembleia Nacional do Equador durante o período de 2021 a 2023. 




10/08/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO