NOTÍCIAS


Detalhes perturbadores emergem na coletiva da Polícia Civil sobre casal esfaqueado em Indaial

Nesta sexta-feira (2), a Polícia Civil de Santa Catarina divulgou detalhes perturbadores sobre o crime ocorrido em Indaial, ainda em janeiro deste ano. Na ocasião, Márcio Elizeu Melo e Patriane Arruda Melo foram vítimas de um ataque violento dentro da sua própria casa enquanto dormiam, na rua Rúbia Simão, bairro Estrada das Areais.

Márcio morreu no local devido à ação dos criminosos e Patriane ficou gravemente ferida tendo que ser conduzida à UTI.

As investigações apontam que o próprio filho do casal, junto a um amigo, arquitetou e executou o crime. Em uma das imagens, é possível ver o filho do casal buscando uma faca dentro da própria casa. A faca posteriormente foi utilizada para golpear a própria mãe.

Segundo a investigação o comparsa teria matado o pai e o filho tentado matar a mãe.

O filho, ao ser interrogado, confessou o crime, revelando a proposta de pagamento de R$ 50 mil e um veículo ao amigo para ser seu cúmplice nas mortes dos pais. A investigação aponta que o plano estava em andamento há cerca de dois meses.

Márcio tinha uma pequena indústria metalúrgica onde a família trabalhava e o filho do casal não aceitava o tratamento dos pais que, segundo ele, ‘o tratavam como um funcionário qualquer’.

Segundo a Polícia Civil, a intenção do filho era ficar com os bens da família e comprar uma chácara onde iria produzir e vender maconha. Quem gerenciaria a chácara seria o seu comparsa.

Após intensas diligências do Setor de Investigação, o Delegado de Polícia de Indaial, Filipe Martins, solicitou a prisão temporária dos suspeitos. Após aprovação judicial, ambos foram detidos ainda na quinta-feira (1) e encaminhados ao Presídio. 

Enquanto Patriane Arruda Melo se recupera no hospital, a Polícia Civil continua a investigação para esclarecer completamente o caso.




02/02/2024 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
TARDE ALEGRE