NOTÍCIAS


Ex não aceitou fim de relacionamento , agredindo mulher em Indaial

A guarnição policial foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua Ingo Imme, no bairro Arapongas em Indaial na madrugada desta sexta-feira (12). Um homem havia arrombado a casa de sua ex-companheira e estavam em vias de fato no interior da residência.

Ao chegar ao local, a guarnição constatou que se tratava de uma situação recorrente, já que havia atendido uma ocorrência com os mesmos envolvidos poucas horas antes. Na primeira ocorrência, a ex-companheira não havia representado criminalmente, e o homem, identificado como autor, se recusava a deixar a residência.

Durante a primeira ocorrência, a guarnição tentou dialogar com ele, sendo que o mesmo apresentava um humor bastante instável, oscilando entre agressividade e depressão. Além disso, ele havia ingerido uma grande quantidade de comprimidos de Losartana, um medicamento para pressão alta, na tentativa de se matar. Diante da situação, a guarnição solicitou apoio ao Samu, que encaminhou o autor ao Hospital Beatriz Ramos.

No entanto, cerca de 30 minutos depois da saída da guarnição do hospital, foi gerada uma segunda ocorrência informando que o paciente internado havia ameaçado agredir os enfermeiros e se evadido do local. As guarnições realizaram rondas no entorno do hospital e próximo à residência da vítima, mas não o encontraram. Duas horas depois, foi gerada uma terceira ocorrência, desta vez relatando que o mesmo homem havia retornado à residência da ex-companheira e arrombado a porta.

Ao chegar ao local novamente, as guarnições puderam ver o elemento em um dos quartos e ouvir choros vindos do banheiro. Eles iniciaram a verbalização, pedindo para o homem sair da residência com as mãos na cabeça, mas ele não acatou as ordens. Foi necessário romper o obstáculo do portão para ter acesso à residência, e a guarnição deu voz de prisão ao indivíduo após constatar que ele havia arrombado as portas da casa. A ex estava trancada no banheiro do quarto, bastante desesperada e chorando muito.

A vítima relatou que estava dormindo quando percebeu que o homem  havia voltado e estava tentando entrar em sua casa. Ela ligou para a Polícia Militar e trancou a porta do quarto, mas o ex-companheiro arrombou a porta dos fundos da residência. Quando ele entrou na casa, começou a insultá-la com palavras ofensivas e acusá-la de ter amantes. A ex-companheira relatou que foi agredida com socos na perna direita, próximo ao joelho, naquele dia., informando aos policiais que a casa foi arrombada a porta do quarto, logo ela se trancou no banheiro e o homem não conseguiu arrombar a porta porque ela estava apoiando a porta pelo lado de dentro, com o corpo.

 




12/05/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
BATIDÃO DA CULTURA