NOTÍCIAS


Homem que matou vendedor de paçoca a facadas em Blumenau é condenado a 14 anos de prisão

Após mais de 10 horas de julgamento, Gleidson Tiago da Cruz acusado de assassinar a facadas  Giovane Ferreira da Silva de Oliveira, vendedor de paçoca, em novembro de 2023 foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado. O veredicto foi dado no início da noite desta quarta-feira (26) no Fórum da Comarca de Blumenau.

Gleidson foi considerado culpado por homicídio duplamente qualificado, com as agravantes de motivo fútil e dificuldade de defesa da vítima. Os jurados acataram ambas as qualificadoras. Desde o dia do crime ele está preso. A vitima foi morta em frente ao supermercado Giassi, na presença da filha de Gleidson, de apenas 2 anos.

Durante o julgamento, a juíza decidiu que Gleidson não poderá recorrer em liberdade, destacando a necessidade de manter a ordem pública devido à crueldade do crime e ao potencial risco social que sua soltura poderia representar.

Em seu depoimento, Gleidson afirmou que o evento aconteceu rapidamente e que não se lembrava do momento exato das facadas. Ele alegou que a briga começou quando a vítima abordou sua filha e o ameaçou, mas pediu perdão à família de Giovane.

O advogado de defesa do réu, Rodolfo Warmeling, declarou que planeja recorrer da sentença. A defesa argumentou que Gleidson agiu em legítima defesa após ser ameaçado, e que o crime não foi motivado pela suposta oferta de uma paçoca feita pela vítima.

O caso causou grande impacto em toda a vitima, especialmente pela brutalidade do ato cometido diante de uma criança pequena. A condenação de Gleidson busca trazer justiça para a família da vítima e reforçar a segurança na região.




26/06/2024 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
JORNAL DO MEIO DIA