NOTÍCIAS


Incêndio que destruiu Warung Beach Club não foi criminoso

Um mês e meio depois de fogo destruir beach club, bombeiros concluem trabalho de investigação.

O incêndio que destruiu o beach club Warung, na Praia Brava, em Itajaí, começou no bar, concluiu a perícia dos bombeiros militares. O ponto exato, porém, não foi possível identificar. Segundo os profissionais, não há indícios de que o fogo tenha sido provocado, ou seja, não houve crime.

Apesar de estar com o documento “habite-se” em dia, não foi possível utilizar o sistema hidráulico preventivo da balada durante o combate por conta do rápido alastramento das chamas, explicaram os bombeiros.

A equipe responsável pela perícia teve dificuldades em fazer o trabalho dela. Pelos indícios, foi observado que o fogo começou no térreo, em uma área chamada bar 5. Cogitou-se que o refrigerador teria sido o responsável, hipótese que foi descartada.

“Mesmo após todo esforço dos peritos, não foi possível identificar a causa do incêndio pois não foram encontradas evidências físicas”, detalham os bombeiros. No entanto, duas possibilidades foram levantadas: uma falha de equipamento ou um fenômeno termoelétrico, como um curto-circuito.

Mesmo sem saber o que de fato aconteceu, uma resposta trazida pela perícia é essencial para a Polícia Civil: nada foi causado por ação humana. Isso significa que não há crime a ser apurado.

Via NSC




13/04/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
BATIDÃO DA CULTURA