NOTÍCIAS


Petrobras aumenta valores da gasolina em 16,3% e do diesel em 25,8%

Novos preços entram em vigor a partir de quarta-feira (16). Esta é a primeira revisão desde que Jean Paul Prates assumiu a presidência da Petrobras. Ações registram acréscimo superior a 4%.

A Petrobras divulgou nesta terça-feira (15) que irá elevar os preços da gasolina e do diesel a partir do dia seguinte. Essa é a primeira alteração nos valores dos combustíveis desde a posse de Jean Paul Prates como presidente da empresa no final de janeiro. Após o anúncio, as ações da companhia aumentaram mais de 4%. Apesar desse ajuste, os preços permanecem defasados em comparação com as cotações internacionais. Segundo dados da Abicom, associação de importadores, e da consultoria CBIE, a gasolina ainda ficará 21,6% mais barata do que no mercado internacional. Quanto ao diesel, seu preço será 9% inferior ao praticado internacionalmente, indicando possíveis revisões futuras.

Essa é a primeira elevação no valor do diesel deste ano. No caso da gasolina, o preço já havia sido incrementado em 25 de janeiro. No dia subsequente, o Conselho de Administração da Petrobras escolheu Prates para liderar a empresa. Naquela ocasião, o preço do barril de petróleo estava próximo a US$ 87. Nas semanas recentes, o preço do petróleo também estava em ascensão, embora tenha caído hoje. Por volta das 10h, o Brent apresentava queda de 0,85%, sendo negociado a US$ 84,48.

Os preços praticados pela Petrobras estão desalinhados com os valores internacionais, o que desestimulou a importação por parte de concorrentes. Como resultado, a empresa precisou aumentar suas compras de combustíveis do exterior para atender à demanda.

A discrepância nos preços, que chegou a ultrapassar 20% nos últimos dias, sinalizava uma revisão iminente, o que provocou uma corrida dos postos de gasolina em direção às distribuidoras. O intuito era garantir aquisições de combustíveis com valores menores para compor os estoques.

A federação que representa os postos confirmou a existência de limitações na entrega de combustíveis, mas descartou qualquer risco de escassez.

O reajuste nos preços dos combustíveis, anunciado hoje, também é o primeiro desde a Petrobras ter modificado sua política de preços em maio. Desde então, os preços dos combustíveis deixaram de acompanhar os valores internacionais, o que gerou incertezas entre os analistas.

O mercado já esperava por esse aumento, tanto que as ações tiveram forte alta logo após o comunicado. Por volta das 10h10, as ações ordinárias (ON) subiam 4,22%, enquanto as preferenciais (PN) avançavam 4,28%.




15/08/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
BATIDÃO DA CULTURA