NOTÍCIAS


Polícia Civil esclarece ameaça de atentado em escola de Rodeio


No dia de hoje, 03 de abril de 2023, a Polícia Civil da Comarca de Ascurra, com apoio do CyberGaeco do Ministério Público, conseguiu identificar, localizar e conduzir à delegacia os adolescentes que criaram as páginas com promessas de ameaça e massacre nas redes sociais.

Nesta manhã, a Polícia Covil realizou diversas diligências com a finalidade de localizar e conduzir à delegacia 02 (dois) adolescentes responsáveis pela criação de páginas na rede social instagram com os nomes “pretendomatarvcs” e “pretendofazerkill”.

Tais páginas continham informações de que atentados seriam praticados na escola básica Santo Antônio, localizada na cidade de Rodeio, fato que gerou verdadeiro pânico e terror na cidade.

Nesse sentido, a Polícia Civil, com o competente suporte do CyberGaeco, conseguiu identificar com precisão os dados utilizados para criar as contas com conteúdo ameaçador e localizar os adolescentes proprietários dos dispositivos utilizados para a criação das páginas.

O primeiro adolescente foi encontrado no bairro São Pedro Velho e o segundo no bairro Rio Belo, ambos são alunos da escola básica Santo Antônio.

Os aparelhos celulares dos adolescentes investigados foram apreendidos e serão remetidos ao Instituto Geral de Perícias, após a devida autorização judicial, para fins de confecção de laudo pericial, com a finalidade de dar continuidade as investigações.

Ainda, na última sexta-feira, dia 31 de março de 2023, foi possível localizar e conduzir à delegacia o adolescente investigado por, em tese, ter levado à escola munições e mostrado para os demais alunos, segundo o adolescente as munições teriam sido descartadas no vaso sanitário da escola. Importante mencionar que não foi localizada nenhuma arma de fogo.

Por fim, ressaltamos que, pelo apurado até então, os atos praticados (criação de páginas) contendo ameaças possuem o intuito de apenas incutir pânico e medo aos alunos da escola e à comunidade em geral, sendo que as respectivas autorias foram devidamente identificadas.

Em relação as munições, segundo apuração elas teriam sido descartadas, bem como que nenhuma arma de fogo fora localizada durante as diligências.

Dentro do prazo previsto em lei o resultado das investigações será remetido ao Ministério Público e ao Poder Judiciário, para fins de aplicação das medidas cabíveis.

COLABORE COM A POLÍCIA CIVIL, POR INTERMÉDIO DA DELEGACIA DE ASCURRA – DENÚNCIAS ATRAVÉS DO 047-9.9793-6769 – SIGILO ABSOLUTO.




03/04/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
JORNAL DO MEIO DIA