NOTÍCIAS


Polícia Federal investiga desvio de R$400 mil em testes da Covid-19 em Curitibanos

A Polícia Federal está investigando o alegado desvio de R$ 400 mil em verbas federais destinadas a testes de detecção da Covid-19 em laboratórios de Curitibanos, na Serra catarinense. Na manhã desta quinta-feira (25), foram executados sete mandados de busca e apreensão no município, juntamente com o sequestro e a indisponibilidade de bens.

O inquérito da operação Teste Falso foi iniciado em 2022 pela Polícia Federal, após receber informações do Gaeco de Santa Catarina sobre uma possível fraude na realização de exames RCT-PCR, utilizados para detectar o vírus da Covid-19.

De acordo com as investigações, existem indícios de que certos laboratórios da cidade tenham realizado testes rápidos nas pessoas, fazendo-os passar por exames do tipo RCT-PCR, que são mais complexos e custam mais aos cofres públicos. A estimativa inicial é de que a diferença nos custos desses exames, pagos pelo município, tenha gerado um prejuízo de mais de R$ 400 mil.

Os mandados foram cumpridos nesta quinta-feira com o objetivo de obter provas relacionadas às possíveis fraudes, embora os locais não tenham sido divulgados. A PF suspeita do envolvimento de agentes públicos no caso.

A Polícia Federal informou que as investigações estão em andamento. Os envolvidos podem ser indiciados pelos crimes de peculato, fraude em licitação e associação criminosa, cujas penas podem chegar a 23 anos de prisão.

Foto: Divulgação PF




25/05/2023 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
TARDE ALEGRE