NOTÍCIAS


Transferência bancária por DOC conclui suas operações nesta segunda-feira

Após quatro décadas de serviço, o método de transferência conhecido como Documento de Ordem de Crédito (DOC) encerrará suas operações às 22h desta segunda-feira. A partir desse horário, os bancos deixarão de oferecer o serviço de emissão e agendamento do DOC, utilizado para transferências entre diferentes instituições financeiras, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

No ano passado, as instituições bancárias já haviam anunciado o encerramento dessa modalidade de transferência. A data limite para agendamento do DOC foi definida até 29 de fevereiro, quando os bancos finalizarão o processamento dos pagamentos, efetivamente encerrando o sistema.

Além do DOC, a Transferência Especial de Crédito (TEC), usada por empresas para o pagamento de benefícios a funcionários, também será descontinuada a partir das 22h de hoje.

Nos últimos anos, tanto o DOC quanto a TEC perderam espaço para o Pix, o sistema de transferência instantânea do Banco Central, que não possui custos para pessoas físicas. Criado em 1985, o DOC permitia transferências até as 22h, com a transação sendo concluída no dia útil seguinte à ordem. Caso a transação fosse realizada após esse horário, a conclusão ocorria dois dias úteis depois.

Estatísticas revelam que, no primeiro semestre de 2023, as transações por DOC totalizaram 18,3 milhões, representando apenas 0,05% do total de 37 bilhões de operações realizadas no período, de acordo com dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), baseados no Banco Central.

Em comparação com outras modalidades, o DOC ficou atrás de cheques (125 milhões), TED (448 milhões), boletos (2,09 bilhões), cartão de débito (8,4 bilhões), cartão de crédito (8,4 bilhões) e do Pix, a preferência nacional, com 17,6 bilhões de operações.

A Transferência Eletrônica Disponível (TED), utilizada principalmente para transferências de grandes valores, continuará em vigor.




15/01/2024 – Cultura FM

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIOCULTURATIMBO

NO AR:
JORNAL DO MEIO DIA